Personalizar o erro 404 no WordPress

Personalizar o erro 404 no WordPress

Neste tutorial veremos como personalizar o erro 404 no WordPress e, se necessário, torná-lo mais útil para nossos visitantes.

A princípio e sempre que possível, necessitamos minimizar esse tipo de erro . Se, por exemplo, detectarmos um link errado, devemos nos empenhar ao máximo para corrigi-lo. No entanto, saiba que os erros 404 nem sempre podem ser evitados e terminar nesta página é tão fácil quanto digitar uma URL.

Portanto, é uma boa ideia ter uma página de erro 404 personalizada, basta aproveitarmos as oportunidades que ela pode nos oferecer.

Deixarei sugestões de Plugins e um Snippet de código sobre como criar a página de erro 404.

Personalizar a página de erro 404 com um plug-in

Existem vários plugins no repositório que nos permitem criar ou redirecionar URLs para uma página de erro em nosso site.

Por exemplo: Redirection, Forty Four, Genesis 404 page especial para usuários de Genesis Framework ou 404page entre outros.

Agora vamos falar sobre o último, desenvolvido por Peter Raschendorfer. Além de ser um dos plug-ins com a melhor classificação nesta categoria, se não o melhor, é um plug-in gratuito com opções bem simples e que certamente nos ajudarão a personalizar a página de erro, além de oferecer alternativas aos usuários do site.

A primeira coisa que devemos fazer é ir para a área de trabalho do WordPress, “Plugin / Add new”, e escrever o nome “404page” (tudo junto). Uma vez localizado, como sempre, instalamos e ativamos.

Imediatamente uma nova opção de menu será criada em “Configurações”, “Página de erro 404”, na qual você deverá entrar para realizar as configurações necessárias para o funcionamento do plugin.

Personalizar a página de erro 404 a partir de um arquivo 404.php

Bem, se queremos personalizar o arquivo 404.php, devemos então localizá-lo. Você o encontrará dentro da pasta do tema ativo, especificamente em / wp-content / themes / “nome-do-seu-tema-ativo”.

Se for modificá-lo, é recomendável que o faça em um tema filho, onde teremos que criar um novo arquivo 404.php (se ele não existir).

Importante! Breve postarei um tutorial sobre como criar um tema filho e então retornarei a este post para deixar o seu link aqui.

Dito isso, vamos olhar para um exemplo de código 404. O que compartilho abaixo corresponde a página 404 do popular tema Twenty Seventeen do wordpress.

<?php
get_header(); ?>
<div class="wrap">
<div id="primary" class="content-area">
<main id="main" class="site-main" role="main">
<section class="error-404 not-found">
<header class="page-header">
<h1 class="page-title"><?php _e( 'Oops! That page can’t be found.', 'Text Domain' ); ?></h1>
</header><!-- .page-header -->
<div class="page-content">
<p><?php _e( 'It looks like nothing was found at this location. Maybe try a search?', 'Text Domain' ); ?></p>
<?php get_search_form(); ?>
</div><!-- .page-content -->
</section><!-- .error-404 -->
</main><!-- #main -->
</div><!-- #primary -->
</div><!-- .wrap -->
<?php
get_footer();

Agora, irei indicar dois blocos, que acredito interessante modificá-los ao personalizar o arquivo 404.php.

O primeiro é o “cabeçalho” (onde está a class page-header) onde encontramos o título da página. Aqui poderíamos mudar e não se esqueça de substituir o nome do tema.

O Segundo, chamado bloco div , carrega a classe “conteúdo da página” (onde está a class page-content), que contém as suas informações. Como podemos ver, ele mostra uma mensagem que seria extremamente interessante personalizarmos e também o mecanismo de pesquisa.

Assim sendo, inclua um parágrafo convidando, por exemplo, seu usuário a entrar em contato, um formulário ou um link para uma página de recurso, para o seu blog ou aonde for interessante.

Enfim, devemos oferecer ao usuário que chega a página de erro, algo que possa ser útil. As possibilidades são realmente diversas, basta focar no que se deseja comunicar e implementar.

Agora que você já sabe que existem varias opções de escolha, mãos à obra e bom trabalho!

Resumo e conclusão

Reduzir os erros 404 é importante e, de fato, devemos fazê-lo sempre que possível. Mas, se você perceber que é algo global, olhe o meu serviço de Emergência do WordPress e entre em contato comigo.

Lembre-se! Minimizar os erros 404 não impede que, em algum momento, o usuário caia em uma página de erro 404 do seu site, portanto, é uma boa ideia personalizá-la.

Vimos duas opções para fazer isso. Uma usando o plug-in 404page, que gera esta página e a outra, criando ou modificando o arquivo 404.php,

Ah! Como já disse anteriormente, não se esqueça de criar um tema filho, caso queira modificar a página 404.php.

Compartilhe: